segunda-feira, 23 de maio de 2011

O Caso Palocci: mais um episódio na vida da lúmpen esquerda internacional.




Por Carlos-Magno Esteves Vasconcellos.

Há cerca de uma semana (dia 15 de maio), a Folha de São Paulo divulgou em suas páginas a notícia do enriquecimento meteórico do atual ministro da Casa Civil, Antônio Palocci (PT), que, segundo a matéria do jornal, teria multiplicado por vinte o valor de seu patrimônio pessoal ao longo dos últimos 4 anos (2006-2010), quando exerceu o cargo de deputado federal, fazendo-o saltar de R$375 mil para mais de R$7,5 milhões (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po1505201102.htm).
Farejando a possibilidade de um escândalo, a cambada da oposição (principalmente, PSDB e DEM) saiu ao ataque exigindo esclarecimentos ao sr. Palocci.
A reação da turminha palaciana – e por tabela, palocciana – foi imediata: trata-se de intriga da oposição, que perdeu o chão da política e está vagando sem rumo e sem direção em face do estrondoso sucesso das gestões do PT à frente da Presidência da República nos últimos oito anos; ou então, como teria argumentado o próprio Palocci, a explosão de seu patrimônio pessoal é coisa absolutamente normal, algo que sempre aconteceu no Brasil, inclusive recentemente, com homens como Maílson da Nóbrega, Pérsio Arida, Pedro Malan e André Lara Rezende: "No mercado de capitais e em outros setores, a passagem por Ministério da Fazenda, BNDES ou Banco Central proporciona uma experiência única, que dá enorme valor a estes profissionais no mercado"  (http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110518/not_imp720647,0.php).
Vamos por partes. Em primeiro lugar, é fato que a oposição ao governo petista perdeu o chão da política e não sabe mais o que propor à sociedade em termos de alternativa ao modelo de desenvolvimento que vigora há oito anos. Em segundo lugar, também é verdade que a oposição formada principalmente por PSDB e DEM é oportunista e fisiológica, e tudo o que deseja neste momento é a criação de factóides que venham a recuperá-la do obscurantismo político em que se meteu. Agora, dizer que esse enriquecimento fantástico do sr. Palocci é normal não dá! Alegar que figurões da administração federal tornam-se valiosos no mercado de capitais, também não vale, porque o que está em jogo não é o mero enriquecimento de Palocci, mas o fato de sua riqueza ter sido construída durante sua gestão como deputado federal e simultaneamente à gestão do PT na Presidência da República. É isso que precisa ser explicado pelo sr. Palocci, ainda mais agora que foi revelada uma intrincada tabela entre a empreiteira WTorres, o governo federal e a empresa de consultoria do sr. Palocci (http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/po2005201105.htm).
Além disso, vale à pena contrapor o enriquecimento de Palocci a alguns dados da macroeconomia brasileira dos últimos anos para percerbermos sua incrível e inusitada performance.
Senão vejamos. Quando se diz que o patrimônio de Palocci cresceu de R$375 mil para R$7,5 milhões, significa que seu patrimônio aumentou 1900% em quatro anos!!! Neste mesmo periodo (2006-2010), o PIB brasileiro acumulou um crescimento de menos de 20%, enquanto no periodo em que a economia brasileira esteve sob a gestão do Ministro Palocci (2003-2006) seu crescimento acumulado alcançou míseros 15%!!!
Em dezembro de 2010, informa-nos o IBGE, cerca de 85% da população brasileira vivia com até 10 salários mínimos (SM) mensais, ou seja, R$5.100,00. Claro, entre esses há muitos que viviam com 1 SM, outros que viviam com 2 SM, outros ainda que viviam com 3 SM, etc… Mas, se admitirmos que todos viviam com 10 SM, e se quisessem acumular um patrimônio de R$2 milhões, o equivalente a menos de um terço do patrimônio acumulado por Palocci em quarto anos, teriam que trabalhar durante 32 anos sem gastar um tostão de sua renda mensal!!! Um delírio!
Mas, Palocci é um trabalhador, ele é um líder do Partido dos Trabalhadores. Ou sera que é um burguês, travestido de trabalhador? Será que os trabalhadores brasileiros possuem um patrimônio de R$7,5 milhões? Será que Palocci conhece a professora Amanda Gurgel? Com o salário desta professora, e supondo que ela consiga multiplicá-lo por três – trabalhando em três turnos – bastará que trabalhe 2.688 anos para juntar a fortuna que nosso ilibado ministro trabalhador acumulou em quatro aninhos!!!

video

É sintomático que um homem como Palocci figure como uma das principais lideranças do Partido dos Trabalhadores. Palocci e PT fazem parte de uma esquerda asquerosa e degenerada que, intelectualmente despreparada e oportunista, se acovardou diante das tarefas que a história lhes reservara. Assimilaram a máxima do papa da lúmpen esquerda internacional, Deng Xiaoping, segundo o qual “não importa a cor do gato; o importante é que ele pegue o rato”, e se converteram em modelos clássicos da lúmpen esquerda latino-americana. É possível que a máxima de Palocci na intimidade com os amigos seja esta: “não importam os meios que nos servimos, o importante é nos enriquecer”.
Viva Palocci! Viva o PT! Os trabalhadores estão quase no Paraíso!


Carlos-Magno Esteves Vasconcellos é doutor em Economia pela Escola Superior de Economia de Varsóvia e professor titular na cadeira de Economia Política Internacional do Curso de Relações Internacionais do Centro Universitário Curitiba - UniCuritiba.

Um comentário:

  1. Tem que haver uma investigação mais rigorosa e com precisão,pois este enriquecimento exorbitante do senhor Palocci deixa dúvidas até demais quanto a sua origem,na verdade isto está cheirando muito a dinheiro público,pelo menos as evidências indicam para este caminho,é uma vergonha e uma falta de caráter muito grande por parte deste homem usufruir de atalhos da iniciativa pública em benefício próprio,isto é o que vem sendo divulgado pelos meios de comunicação do país. Em contrapartida ao meu ver esta investigação tem que ser séria,com um intuíto de objetividade e com total imparcialidade pela mídia,que é muito difícil acontecer isto,geralmente a mídia puxa para um lado,beneficia uns,aruína outros e por ai caminha. O Palocci já teve uma ficha de escadalos no governo passado(Lula),nada muito conceituado para o seu perfil atual,foi o caso do mensalão,da quebra de sigilos bancários do caseiro Francenildo entre outros,evidentemente que a apuração de todas estas denúncias tem que ser feita com muita cautela,tanto pela mídia quanto pela oposição e sem efeitos pirotécnicos,pois estes efeitos é muito comum em épocas de crise do governo,um deputado ou um senador se aproveita da situação e se promove com a exposição da mídia,visando o pleito seguinte e no final nada é feito e as CPIs que são criadas viram palanques eleitorais antecipados e quanto mais agora que a oposição é insignificante para tomar decisões desta natureza,esperamos que tudo isto seja esclarecido para a sociedade brasileira e que alguém seja punido pelas intituições públicas de direito. pensando bem sabemos que isto não vai dar em nada e sim vai terminar na famosa PIZZA BRASILIENSE ou melhor CONGRESSIANA,muito procurada e conceituada em épocas de crises dos governos brasileiros. Eu até admiro a presidenta Dilma ter concebido um cargo tão importante na esfera política do estado para o senhor Palocci,não que ele não seja competente,muito pelo contrário excelente ministro da fazenda do governo Lula,mas teve que renunciar no final de março de 2006 devido a enxurrada de denúncias contra a sua pessoa e gestão no governo Lula daquela época,devia pelo menos usar o bom senso da credibilidade e escalar ele em caso de não ter outra saída,pois estava bem claro que a imprensa e a oposição mesmo insignificante não iria deixar isto por baixo.
    O video da professora Amanda é o retrato da educação brasileira atual de norte a sul do brasil,existem vários problemas para que isto chegasse a este ponto,como ela mesmo falou nunca foi prioridade no brasil a educação,são meros discursos políticos em prol de votos e de tentar enganar a opinião pública,é fato que o governo Lula investiu muito na educação superior,mas a carência neste caso é na educação básica,fundamental e no ensino médio,nestas etapas da educação estamos com uma precariedade muita grande e aprendizagens muito defasadas,sem falar que a corrupção e os desvios de verbas públicas para outros fins são males que corroem as instituições estaduais e municipais,muito comum você ligar a tv no domingo a noite e assistir reportagens sobre educação em escolas públicas do interior do brasil,um descaso total não tem merenda,não tem material didático,sem estrutura física etc,você observa o porque daquilo e no final da reportagem, o repórter explícita que o prefeito desviou quantia x que era destinado a educação etc e tal. Bom esperamos por um desfecho final em que a verdade,a transparência e a honestidade perpetuem diante da corrupção e das mentiras dos nossos representantes do congresso nacional e que a sociedade civil seja mais ativa e consiga cobrar mais dos nossos representantes aquilo que mais desejamos um país melhor e mais digno e livre da corrupção,é o que todos nós esperamos nos próximso anos.

    ResponderExcluir